Quando o casal deve buscar ajuda médica para engravidar?

Engravidar. Estetóscópio médico sobre prontuário médico.

.Ao decidir ter filhos, um casal deve tentar engravidar naturalmente por doze meses, sem o uso de contraceptivos. A recomendação vale para mulheres com até 35 anos. Acima dessa idade o tempo de espera deve ser de apenas seis meses. A partir de 37 anos ou mais de 40 anos, o casal não deve protelar a busca do auxílio médico. Após esse período é que a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera que pode haver um problema de infertilidade.

O indicado, então, ao casal é procurar ajuda de especialistas na área de reprodução humana e começar a fazer os exames necessários para investigar as causas da infertilidade.

Chances de engravidar caem com o aumento da idade

Cada vez mais as mulheres postergam a maternidade e decidem ter filhos após os 40 anos. De acordo com o Dr. Rodrigo Rosa, médico parceiro da Genics, especializado em ginecologia, obstetrícia e reprodução humana, a chance de engravidar, em relação ao número de tentativas por mês, é de 20% aos 25 anos, 15% aos 35 anos e, depois, a queda é relativamente baixa ao longo de dez anos, mas é abrupta.

“Aos 40 anos, a chance de gravidez cai para apenas 5%, e aos 43 anos para 2%. Isso ocorre porque o estoque de óvulos da mulher reduz ao longo do tempo. Assim, além de perder em quantidade, a qualidade da reserva ovariana também é comprometida.” O profissional trouxe as recentes informações do XXII Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida (CBRA), realizado em agosto de 2018.

Um dos grandes problemas em deixar a maternidade para mais tarde é que ela traz maiores riscos de complicações obstétricas, como desenvolver algumas doenças, como diabetes gestacional e hipertensão, que pode evoluir para uma eclampsia, colocando em risco a vida da mãe e do bebê, além de maior risco de partos prematuros.

Do mesmo modo, esses óvulos perdem a qualidade, aumentado as chances de deficiências genéticas no bebê, como a Síndrome de Down.

Jovens também têm dificuldade para engravidar

Rosto de mulher que quer engravidar, roendo unhas .
Mulheres e homens jovens não estão livres de passar pelo problema da dificuldade de engravidar.

Ao contrário do que muitos pensam, mulheres jovens também podem ter dificuldades para engravidar. Segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de 15% dos casais podem ter infertilidade e, mesmo esse problema sendo maior com o avanço da idade, os mais jovens não estão excluídos de passar pelo problema. As diversas causas podem ser tanto da mulher como do homem.

Congelamento de óvulos é a melhor saída

Muitas vezes o casal resolve ter filhos quando a idade da mulher já está mais avançada. Consequentemente, as dificuldades e os problemas aumentam. Por isso, de acordo com o ginecologista Rodrigo Rosa, ao postergar a maternidade, o ideal seria congelar os óvulos. Preferencialmente por volta dos 30 anos, quando ainda são considerados saudáveis.

“Dessa forma, quando o desejo de ser mãe surgir e não for possível uma gravidez natural, será possível partir para o tratamento de reprodução assistida. Tendo os óvulos congelados, o casal conta com mais chances de uma gestação saudável. Entre outras vantagens estão os riscos menores de problemas genéticos no bebê”, diz o especialista.

Veja também: Clínica de reprodução humana: como escolher? e Congelamento de óvulos: para quem é indicado?