Como é feita a punção e coleta de óvulos para a FIV?

Célula feminina - ovário - sendo fecundada por meio da coleta de óvulos

Como a Fertilização In Vitro (FIV) é uma técnica na qual a fertilização do óvulo pelo espermatozoide é feita em laboratório. O objetivo é gerar o embrião que será transferido para o útero da paciente, mas para isso é preciso que os óvulos sejam coletados. A coleta de óvulos acontece por meio de um procedimento chamado de punção folicular, que consiste na retirada desses óvulos diretamente dos ovários.

Como funciona a coleta de óvulos

Funciona da seguinte forma: dentro dos ovários da mulher existem folículos, onde ficam os óvulos, que precisam ser retirados por meio da punção. Para que os folículos sejam amadurecidos de forma igual e garantam um maior  número de óvulos maduros e de boa qualidade, os ovários são estimulados previamente. Esse estímulo é iniciado, geralmente, dois dias após o início da menstruação, por meio da aplicação de injeções com hormônios específicos,
receitadas pelo médico.

Para garantir índices satisfatórios, os especialistas acompanham a estimulação ovariana pela ultrassonografia. Por meio do exame é possível verificar a necessidade de adequação da medicação e o melhor momento para ser feita a coleta dos folículos.

Vale lembrar que um folículo pode conter, no máximo, um óvulo, mas pode ocorrer também de não ter nenhum. Por isso, em alguns casos, são aspirados até seis folículos para se obter um número maior de óvulos maduros.

Como é feita a punção folicular

A punção folicular é feita por meio do ultrassom transvaginal. No aparelho (o mesmo que é usado nos exames) é acoplada uma agulha bem fininha. Ela atravessa a vagina, chega ao ovário e alcança o folículo. Todo esse processo dura em torno de 15 minutos e, para que seja totalmente indolor e o mais tranquilo possível para a paciente, é realizado sob sedação.

Feito isso, a paciente é encaminhada para o repouso pós-anestésico, para se recuperar do efeito da anestesia. De acordo com o embriologista Rafael Portela, da Genics Medicina Reprodutiva, pode ocorrer, logo após a realização da punção, um desconforto abdominal e um leve sangramento vaginal.

Por isso, é recomendável fazer repouso após este procedimento. “Pelo menos nas primeiras 24 horas, a paciente deve evitar atividades intensas e de impacto. E, se estiver bem no dia seguinte, é possível retornar às atividades de rotina normalmente”, explica o especialista.

Veja também: Mitos e verdades sobre a infertilidade feminina e Como a alimentação ajuda na fertilidade feminina