Dormir bem ajuda mulheres a engravidar mais rápido

Mulher dormindo em cama para engravidar mais rápido

“Dormir bem ajuda mulheres a engravidar mais rápido.” É o que dizem pesquisadores da Universidade de Washington, em St. Louis, Missouri, nos Estados Unidos. A afirmação aconteceu durante apresentação de um novo estudo no Congresso Americano de Reprodução Humana (ASRM 2018), entre 6 e 10 de outubro, em Colorado (EUA). Os estudiosos sustentam que mulheres com horários de sono regulares levavam menos tempo para engravidar do que as que dormiam menos.

Dormir bem x Capacidade de engravidar mais rápido

Os pesquisadores mostraram que a alteração cronológica do sono está associada ao aumento de tempo para engravidar. Dormir cerca de 7 a 8 horas regularmente, e na mesma hora, diminui o tempo de espera para engravidar. Sabe-se que a produção hormonal e a saúde estão associadas a bons hábitos, como dormir bem, ter uma alimentação equilibrada, atividade física e intelectual. O estudo foi conduzido em 176 pacientes.

Os resultados mostraram, ao final de 1 ano, 75 pacientes grávidas espontaneamente. A pesquisa também considerou o índice de massa corpórea, o tempo de sono e o número de vezes que as mulheres acordavam durante a noite.

Outra pesquisa recente, da Universidade de Warwick, no Reino Unido, revelou que o útero tem seu próprio relógio biológico. E ele deve estar em sintonia com o relógio biológico do corpo da mãe. Para criar condições ideais ao crescimento e desenvolvimento fetal, o sono é considerado parte fundamental dessas circunstâncias.

“A mulher que tenta engravidar naturalmente e não consegue precisa atentar-se ao bom funcionamento do seu organismo em geral. Se ela já apresenta alguma dificuldade para engravidar, mais uma alteração pode reduzir as chances de ter um filho. Manter o sono regular proporciona níveis ideais de hormônios, essenciais ao bom funcionamento do corpo.” A afirmação é do Prof. Dr. Philip Wolff, embriologista e diretor da Genics Medicina Reprodutiva, presente no Congresso Americano de Reprodução Humana (ASRM 2018).

A importância do sono no ciclo hormonal

Para o Dr. Ricardo Luba, ginecologista e obstetra com foco em reprodução humana – que também participou do ASRM 2018 –, o estudo apontou para a importância do sono no ciclo hormonal e a redução do estresse em mulheres em tratamento de reprodução assistida.

“É claro que esta não é uma condição isolada para ser levada em consideração. No entanto, dormir bem é muito importante na saúde reprodutiva, não só da mulher como do homem”, afirma o especialista.

“Hábitos saudáveis, como a prática de atividade física regular, alimentação equilibrada e manter boas noites de sono deixarão o organismo mais saudável de forma geral, ajudando a engravidar mais rápido. Sem esses hábitos, é provável que o corpo reaja negativamente, alterando os níveis hormonais. Esse desequilíbrio prejudica não só a fertilidade, mas promove baixa imunidade e doenças oportunistas, como estresse, ansiedade e depressão, provenientes da atual vida agitada”, alerta o Dr. Philip.

Veja também: Suspensão da menstruação pode comprometer a fertilidade e Diabetes pode prejudicar a fertilidade

×