Infertilidade Feminina

ASRM publica um novo conceito mais INCLUSIVO sobre a infertilidade

A definição de infertilidade foi atualizada com sucesso! A publicação feita pela Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM) representa um importante marco na medicina reprodutiva. Nessa atualização, a premissa é ampliar o acesso de todas as pessoas, independentemente do estado civil, orientação sexual ou identidade de gênero aos tratamentos de infertilidade e, portanto, às técnicas de reprodução assistida. A mudança favorece a diversidade e as novas construções familiares, fortalecendo o nosso propósito de poder apoiar, acolher e ajudar a todos que sonham

Anticoncepcional pode ser a causa da infertilidade?

Você já ouviu falar que o uso contínuo da pílula contraceptiva causa infertilidade? De acordo com a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida, não existem trabalhos científicos que comprovem essa relação. As causas da não gravidez pós-suspensão do anticoncepcional podem ocorrer por causa de outros problemas, como a idade avançada, disfunções hormonais, baixa reserva ovariana, entre outros. Você sabia dessas informações? O uso de pílula anticoncepcional deve ser prescrito por um médico! ☎ Telefone: (11) 5052-1409 📱 WhatsApp: (11) 99312-1086 Médico Responsável Técnico da Clínica Genics: Dr.

Estresse = Infertilidade?

Você sabia que o estresse diário pode afetar diretamente a fertilidade? É fundamental abordar esse problema recorrente, mas que, muitas vezes, não é levado a sério pela maioria das pessoas. E, sim, de acordo com a Sociedade Brasileira de Reprodução Humana, situações de estresse podem prejudicar as funções ovarianas, interferir na produção hormonal e na falta de libido. Além disso, durante o tratamento de reprodução assistida, é comum passar por momentos de inseguranças e tensões. Por isso, o apoio médico e psicológico é

Preservação da fertilidade para pacientes oncológicos

As técnicas de reprodução assistida podem ser uma opção para pacientes oncológicos que desejam ter filhos no futuro, através da preservação da fertilidade. Para as mulheres, a criopreservação permite congelar óvulos saudáveis antes de iniciar o tratamento. Já para os homens, o congelamento de sêmen possibilita preservar a qualidade do esperma para futuras tentativas de concepção. É possível, ainda, realizar o congelamento de embriões e tecidos germinativos (testicular e ovariano). Vale ressaltar que o Superior Tribunal de Justiça já reconheceu que o

Endometriose, infertilidade e o sonho de ser mãe

Em entrevista ao podcast “PocCast”, a apresentadora Rafa Kalimann, de 30 anos, contou que sofreu um “baque” quando recebeu o diagnóstico de endometriose. Ela confessa que, por falta de informação, pensou que não poderia mais ser mãe. “Quando veio o diagnóstico, por falta de informação, a gente acredita que vem uma infertilidade”, disse. Mas, afinal, endometriose significa não conseguir engravidar? De acordo com dados do Ministério da Saúde, a condição atinge cerca de 8 milhões de brasileiras e, dessas, 10% estão em idade

Afinal, o que é um blastocisto?

Se você iniciou o tratamento de fertilidade com a Clínica Genics, provavelmente já se deparou com o termo “blastocisto”, não é mesmo? No texto de hoje, você conhece mais sobre esse importante estágio durante o seu processo de Fertilização In Vitro. Talvez você não conheça, mas existe um funil da FIV (Fertilização in Vitro) e uma das últimas etapas é o estágio de blastocisto que ocorre no 5º ao 7º dia de desenvolvimento embrionário. E o que isso significa? Esse é o momento

Tratamentos de reprodução humana não afetam a saúde do bebê

Uma preocupação comum e bem antiga por parte dos “tentantes” é se o tratamento, a partir das técnicas de reprodução humana, pode trazer consequências às crianças, incluindo problemas cardiovasculares. Muitos estudos já foram e são realizados para garantir a segurança dos tratamentos, mas dessa vez, uma nova meta-análise publicada no European Heart Journal, concluiu que não há diferença entre a saúde cardiovascular de bebês concebidos por forma natural e por meio das tecnologias de reprodução assistida.

Quais exames são solicitados para investigar a infertilidade FEMININA?

Junho é o mês da infertilidade, condição que atinge um em cada seis adultos no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. No entanto, diferentemente do que muitos imaginam, as causas são igualmente proporcionais para homens e mulheres: 35% para cada, de acordo com a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida. Para a mulher, a infertilidade pode estar relacionada a: ➤ Causas ovarianas e ovulares;⠀ ➤ Causas tubárias e do canal endocervical;⠀

Como o cigarro pode atrapalhar a fertilidade?

Além de trazer uma série de doenças crônicas e alguns tipos de câncer, o tabagismo também pode dificultar a chance de uma gestação pela via natural e através de um tratamento de reprodução assistida. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), do Ministério da Saúde, mulheres fumantes concentram nicotina no fluído folicular do ovário, o que reduz a taxa de fertilidade de 75% para 57%. Essas mulheres têm 30% mais chances de serem inférteis, de acordo com o INCA. Além disso, o

Óvulos de uma mulher, aglomerados, na cor rosa

Reserva ovariana: 91% das brasileiras nunca realizaram a avaliação.

A Sociedade Brasileira de Reprodução Humana (SBRA) divulgou um estudo realizado por uma empresa farmacêutica brasileira sobre a avaliação da reserva ovariana. 𝐒𝐞𝐠𝐮𝐧𝐝𝐨 𝐚 𝐩𝐞𝐬𝐪𝐮𝐢𝐬𝐚, 𝟗𝟏% 𝐝𝐚𝐬 𝐦𝐮𝐥𝐡𝐞𝐫𝐞𝐬 𝐞𝐦 𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞 𝐟é𝐫𝐭𝐢𝐥 𝐧𝐨 𝐁𝐫𝐚𝐬𝐢𝐥 𝐚𝐟𝐢𝐫𝐦𝐚𝐫𝐚𝐦 𝐧𝐮𝐧𝐜𝐚 𝐭𝐞𝐫 𝐫𝐞𝐚𝐥𝐢𝐳𝐚𝐝𝐨 𝐨 𝐞𝐱𝐚𝐦𝐞 𝐞 𝟒𝟓% 𝐝𝐞𝐬𝐜𝐨𝐧𝐡𝐞𝐜𝐢𝐚𝐦 𝐨 𝐭𝐞𝐬𝐭𝐞. Através da avaliação da reserva ovariana, é possível verificar a funcionalidade dos ovários, a quantidade de folículos e a capacidade reprodutiva feminina. Apesar da atividade ovariana entrar em declínio com o avançar da idade, recomenda-se que mulheres jovens

×